Abuso sexual no Metrô e na CPTM será debatido na Assembleia

07/04/2014

Nesta terça-feira

A onda de abusos sexuais ocorridos nas estações e vagões do Metrô e da CPTM, no início deste ano, estimulados e divulgados nas redes sociais, levou a deputada estadual Beth Sahão promover debate nesta terça-feira (8/4), a partir das 9 horas, na Assembleia Legislativa de São Paulo.

Desde início deste ano, a Delegacia de Polícia do Metropolitano (Delpom) registrou 22 casos dessa natureza. Segundo dados da Polícia Civil, o perfil dos agressores são homens que têm, em média, 32 anos e preferem atacar de manhã. As Linhas 3-Vermelha, do Metrô, e 7-Rubi e 11-Coral, da CPTM, são as mais visadas.

A prisão de assediadores, de acordo com a legislação vigente, depende do registro de ocorrência por testemunhas. Atualmente as vítimas têm feito boletins de ocorrência e termos circunstanciados registrados por assédio sexual e a maioria dos abusadores são liberados.

O debate contará com a presença da Delegacia da Mulher no Estado de São Paulo, Gislaine Doraide Ribeiro Pato, e da presidente da Confederação Nacional dos Químicos (CNQ), Lucineide Varjão.

Representantes do Metrô e da CPTM também foram convidados e ainda não confirmaram a presença.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.