Agência de Fomento paulista concedeu apenas 5% de seu capital em financiamentos

03/09/2010 16:48:00

Descaso com as micro e pequenas empresas

 

A AFESP – Agência de Fomento do Estado de São Paulo concedeu apenas R$ 20,9 milhões de financiamentos e capital de giro com recursos próprios às pequenas e micros-empresas paulistas, nos primeiros dez meses de existência, entre março e dezembro de 2009.

Criada pelos tucanos, para ter um capital inicial de R$ 1 bilhão e destinada a alavancar as atividades das pequenas e micro empresas, a Agência não cumpre este papel. Em 2009, o valor disponível na Agência era R$ 400 milhões, 40% do prometido e, mesmo assim, o volume concedido foi de apenas 5%, atendendo a 108 empresas.

A Nossa Caixa (antigo banco de fomento do Estado) foi adquirido pelo Banco do Brasil, no final de 2008, e a instituição federal repassa aos cofres estaduais R$ 5,3 bilhões. No entanto, os tucanos não disponibilizam estes recursos de fato para investir em projetos de desenvolvimento a serem financiados pela agência estadual.

Por ano, SP perde 84 mil empresas

Segundo pesquisa recente do Sebrae – Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas, o Estado de São Paulo perde por ano uma média de 84 mil empresas e um dos problemas apontados para o fechamento dos empreendimentos é falta de capital – índice de 10% na pesquisa.

Ainda pelo levantamento, 83% dos negócios foram abertos com recursos próprios ou de parentes. O acesso a empréstimos bancários parece ter importância para o sucesso do empreendimento. Entre os que continuam em atividade, 30% conseguiram crédito junto a uma instituição financeira, contra 15% dos que fecharam as portas.

 

 

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *