Agrotóxicos proibidos ainda são utilizados nas lavouras de São Paulo

01/12/2010 17:56:00

Segurança Alimentar

 

O impacto dos agrotóxicos na alimentação e saúde da população foi o tema da apresentação que a gerente de toxicologia da Anvisa, Letícia Rodrigues da Silva, fez à CPI da Segurança Alimentar na tarde desta quarta-feira. 

Segundo a Agência Nacional de Vigilância Sanitária, o Estado de São Paulo é um dos maiores produtores de agrotóxicos do País, sendo responsável  por 30% do setor.

Relator da CPI, o deputado petista Simão Pedro questionou sobre o uso em São Paulo de agrotóxicos já proibidos em outros estados e na maioria dos países, caso dos herbicidas com a substância Endosulfan, que é considerada altamente tóxica.

Segundo a gerente da Anvisa, houve negociação para que a proibição definitiva ocorra somente em 2013 devido à ausência de opções para combater pragas que atacam especialmente a cana e o café.

Há programas para o monitoramento da produção de alimentos, mesmo assim, a concentração de substâncias agrotóxicas ainda é muito grande no pimentão, no morango, no pepino e na uva, segundo relatórios da Anvisa.

Atualmente existem 2.195 agrotóxicos registrados no País. Trata-se de um mercado que movimentou, em 2009, o equivalente a US$ 6,8 bilhões. Estima-se ainda que 16% dos produtos à base de agrotóxicos comercializados no País sejam contrabandeados, principalmente da China e países do Mercosul.

 

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.