Alckmin aceita ajuda do governo federal para enftrentar a crise da água

29/10/2014

Falta de água

Alckmin aceita ajuda do governo federal para enfrentar a crise da água

Passada a eleição presidencial, o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, afirmou nesta quarta-feira (29/10), que pedirá ao governo federal recursos financeiros e a desoneração de impostos para enfrentar a atual crise de desabastecimento de água.

O tucano defendeu a necessidade de conceder a isenção do PIS e Cofins para empresas de saneamento básico e a realização de parceria com o governo federal para as obras de interligação do Rio Jaguari, da bacia do Paraíba do Sul, com a represa do Atibainha, do Sistema Cantareira.

O tom adotado por Alckmin é completamente diferente ao do período eleitoral, quando PT e PSDB protagonizaram troca de acusações sobre a responsabilidade da crise hídrica.

Na mesma linha, ele evitou rebater entrevista concedida pela presidente Dilma Rousseff, no dia anterior, na qual ela disse que informou ao governo estadual em fevereiro sobre o risco da falta de água e ofereceu ajuda financeira do governo federal para realização de obras emergenciais.

Alckmin reconheceu a necessidade da ajuda do governo federal e colocou ” O governo federal é um grande parceiro e vamos encaminhar e já temos vários pleitos”, acrescentou.(rm)

Fonte – Jornal Folha de S. Paulo

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.