Alckmin corta investimentos sociais e privilegiará obras em 2006

26/10/2005 11:50:00

A Bancada do PT na Assembléia concederá, em 26/10, às 13 horas, entrevista coletiva com análise do projeto do Executivo que dispõe sobre o Orçamento 2006.

De acordo com estudos da assessoria técnica da Liderança petista na Assembléia, através da proposta, o governador Geraldo Alckmin apresenta suas prioridades de pré-candidato à Presidência da República.

Nos investimentos previstos para 2006, há queda nos setores sociais. Em Segurança Pública, a redução será principalmente em programas como Policiamento Ostensivo, que terá 9,19% a menos de recursos em relação ao Orçamento para 2006; e Prevenção e Repressão à Criminalidade, com redução de 9,74%. Também foi verificada queda na previsão de programas em Transportes, Recursos Hídricos, Energia, Meio Ambiente, Ciência e Tecnologia, Planejamento, Gestão e Justiça.

Em compensação, para tentar apresentar-se como bom administrador público, o governador quer aumentar os investimentos em obras. O Metrô deve receber 20,42% a mais de recursos no próximo ano em relação a 2005 e, para a EMTU, o aumento deve ser de 141,97%. No setor elétrico, o governo tenta recuperar empresas quase falidas como a Cesp e a CTEEP. A Cesp terá aumento de 140% em seus recursos e a CTEEP, que está para ser privatizada, 88,56% de verbas adicionais.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *