Alckmin decreta fechamento de escolas

01/12/2015

Mesmo com protestos

O governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, ignorou a onda de protestos, ocupações e tentativas de diálogo e deu prosseguimento ao projeto de “reorganização” das escolas estaduais.

Por meio de um decreto publicado nesta terça-feira (1/12), estão autorizadas as transferências de professores e, em seguida, o fechamento de 93 unidades de ensino. A medida afetará 311 mil alunos em todo o estado.

Desde o início de novembro, estudantes, pais e professores realizam um movimento de ocupação das escolas em protesto contra a medida do governo tucano.

Até o momento, 205 unidades foram ocupadas, segundo o Sindicato dos Professores do Ensino Oficial do Estado de São Paulo (Apeoesp). A Secretaria Estadual da Educação calcula, pelo último balanço divulgado ontem (30), que são 194 escolas.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.