Alckmin demite concursados da Imprensa Oficial

06/04/2017

ARBITRARIEDADE

Crédito: Marina Moura

Dep. Alencar recebe representantes do SJSP e Imprensa oficial para saber das demissões

De golpistas o antro PSDB/ PMDB está cheio. O mais novo golpe foi contra funcionários concursados da Imprensa Oficial do Estado de SP. Sete jornalistas e 13 gráficos “tiveram a cabeça cortada” sob comando da batuta errante do maestro Alckmin. Foram demitidos sob alegação de que a grana está curta. A grande questão é que existe um bocado de cargos comissionados no mesmo órgão. Pressupõe-se que concursados tenham estabilidade e prioridade de permanência quando a situação aperta. Mas o governo tucano não se constrói das prioridades dos trabalhadores.

Para falar sobre o fato e saber mais detalhes, o deputado Alencar Santana Braga recebeu hoje em seu gabinete Ana Maria Minadeo, jornalista da Imprensa Oficial e Diretora do Sindicato dos Jornalistas, Paulo Zocchi, Presidente do Sindicato dos Jornalistas e André Freire, representante do Sindicato dos Jornalistas.

Em apoio aos demitidos, e para evitar que a prática arbitrária continue acontecendo, Alencar se colocou ao lado da categoria e está levantando informações.

COMO E QUANDO OCORRERAM AS DEMISSÕES
Confira mais informações abaixo, em matéria escrita por Flaviana Serafim, Sindicato dos Jornalistas Profissionais no Estado de São Paulo, publicada em: http://www.sjsp.org.br/index.php?option=com_content&view=article&id=6829:demissao-em-massa-da-imprensa-oficial-do-estado-de-sp&catid=36:destaque

Demissão em massa na Imprensa Oficial do Estado de SP
20 jornalistas e gráficos concursados foram demitidos depois de 18 anos de trabalho; Sindicato participa de reunião de emergência na quinta (6)

A Imprensa Oficial do Estado de São Paulo demitiu 20 jornalistas e gráficos na tarde da última sexta-feira (31). Os profissionais eram concursados, estavam na empresa há 18 anos e foram convocados para uma reunião fora do horário da jornada quando a demissão foi anunciada num auditório.

Representante do Sindicato dos Jornalistas Profissionais no Estado de São Paulo (SJSP) na Imprensa Oficial, a jornalista Ana Minadeo tentou acompanhar a reunião, mas foi impedida por diretores da empresa.

Após assembleia com os profissionais na manhã de segunda-feira (3), na sede do SJSP, foi enviado ofício solicitando uma reunião de emergência para abertura das negociações, que ocorre nesta quinta-feira (6), às 15h30, entre os sindicatos dos trabalhadores e a Imprensa Oficial.

A diretoria do SJSP condena as demissões e exige a reintegração dos trabalhadores “porque se trata de uma empresa pública e são todos concursados. As demissões são arbitrárias, na linha de um corte de gastos para sucateamento que o governo de Geraldo Alckmin promove em várias áreas, como ocorre na Rádio e TV Cultura, onde os profissionais estão sem reajuste salarial há três anos e meio”, afirma Paulo Zocchi, presidente do Sindicato.

Com jornada das 23h às 6h, os jornalistas e gráficos integravam a equipe responsável pelo clipping de notícias dos órgãos públicos e autarquias de todas as áreas do governo estadual de São Paulo, como educação e saúde.

Leia mais

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.