Alckmin investiu menos do que o previsto em seis secretarias

15/02/2016

Tucanagem

Em 2015, o governo Geraldo Alckmin (PSDB) investiu menos recursos do que o previsto em 6 das 10 maiores secretarias estaduais.

Segundo levantamento da ‘Folha de S. Paulo’, a maior diferença entre o previsto e o gasto ficou na Secretaria de Logística e Transportes (-42%), seguida por Saneamento e Recursos Hídricos (-41%), Transportes Metropolitanos (-36%), Habitação (-35%), Administração Penitenciária (-12%) e Segurança Pública (-4%).

Saúde, Desenvolvimento Econômico e Justiça tiveram gastos próximos dos previstos, e Educação, 4% maiores.

O governo Alckmin atribuiu os gastos menores, principalmente, à crise que atinge o país. “A despeito de a Lei Orçamentária de 2015 ter sido elaborada com PIB, previsão de receita e financiamentos muito conservadores, a realidade superou as piores previsões” (leia mais)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.