Alckmin quer criar 17 novas taxas no Detran e em outras áreas

13/12/2013

Ao apagar das luzes

Ao apagar das luzes do ano legislativo o governador Geraldo Alckmin enviou para a Assembleia Legislativa em regime urgência, projeto de lei que criar uma série de taxas em diversos setores que vai da área dos serviços de trânsito à agricultura.

Entre dos departamentos do Estado que terá maior impacto é o Detran , com a criação de 17 novos serviços que incidirão em novas taxas.

O emplacamento de carros é um dos serviços que poderá ter maior elevação nos custos. Atualmente este serviço executada nas concessionárias custa R$75,00 e segundo a proposta do governador passará para R$ 150,00, ou seja, aumento de 100%.

O mesmo ocorrerá com reboque de veículos, hoje o Detran cobra R$ R$ 74,00 e caso a proposta venha ser aprovada custará R$ R$ 140,00.

Para retirar o carro do pátio o cidadão também terá que desembolsar mais dinheiro, dos atuais R$ 21,00 pagará R$ 27,50, o rebocamento também sairá mais caro,dos R$ 213,00 para R$ 278,00, ou seja, 30% a mais.

Segundo estudo preliminar da Bancada do PT, apenas com as elevação das atuais e novas do Detran, o governo Alckmin visa arrecadar em 2014, R$ 335 milhões, em comparação com o que arrecadou neste ano.

Para o líder do PT na Assembleia Legislativa, deputado Luiz Claudio Marcolino, as novas taxas criadas pelo governador Alckmin serão um duro golpe nas finanças das famílias paulistas. “O governo poderia ter discutido este projeto com a sociedade paulista ao longo do ano, mas preferiu fazê-lo, agora nas vésperas do fim do ano, como cruel um presente de natal.”

Leia mais

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.