Ana Perugini alerta sobre a violência doméstica

08/10/2007 15:43:00

Mulheres

Crédito:

Na noite de sexta-feira (05/10), a deputada estadual Ana Perugini (PT) levou para a cidade de Cosmópolis, na região de Campinas, a palestra “Mulher na Sociedade”, uma ação da Frente Parlamentar em Defesa dos Direitos das Mulheres, coordenada pela deputada. O encontro ocorreu no plenário da Câmara Municipal e contou com a presença do prefeito do município, José Pivatto e cerca de 80 pessoas entre homens e mulheres que foram conhecer e discutir sobre o tema.

 

Por meio de um vídeo, o público assistiu ao depoimento de Maria da Penha Maia, biofarmafêutica que lutou durante 20 anos para ver o seu agressor condenado e virou símbolo contra a violência doméstica. Em 1983, ela foi atingida por um tiro nas costas desferido pelo marido, Marco Antonio Herredia, e ficou paraplégica. Em 2001, após 18 anos, a Comissão Interamericana de Direitos Humanos responsabilizou o Brasil por negligência e omissão em relação à violência doméstica. Somente em 2003, o ex-marido foi preso. A história de Maria da Penha veio a público, em 2006, quando o presidente Luis Inácio Lula da Silva sancionou a lei para coibir a violência doméstica e familiar contra a mulher. A partir daí a nova lei ficou conhecida como Lei Maria da Penha.

 

Durante a palestra, em Cosmópolis, a deputada Ana Perugini falou sobre a importância da mulher na história da humanidade e como cada dia mais a mulher ocupa os espaços na sociedade, mesmo não sendo reconhecida por isso. “Estamos em maior número nos bancos das universidades, temos grandes profissionais tão qualificadas ou mais que os homens e, ainda assim, ganhamos cerca de 30% menos”, analisou a deputada.

 

A mídia também foi foco de análise de Ana Perugini que pediu para que as pessoas passassem a ler os jornais com olhares mais críticos. “Quando lemos que um marido ou companheiro matou a mulher, em geral, ele alega ciúme e a imprensa ainda estampa isso nas manchetes. O fato é que ciúme não mata e temos que começar a tratar desse tema de uma forma diferente”, disse Ana Perugini.

 

Desde que criou a Frente Parlamentar, em junho, a deputada tem levado o assunto para diversas cidades do estado e orientado pessoas na identificação dos casos de violência doméstica e como proceder.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.