Após sofrer ameaça pelo Whatsapp, deputada faz BO contra diretor do jornal Bom Dia

03/06/2016

Ameaça

A deputada estadual Beth Sahão (PT) registrou, na manhã desta quinta-feira, 2 de junho, Boletim de Ocorrência (BO) contra o diretor-executivo do jornal Bom Dia, Kleber Moreira, por conta de uma mensagem enviada por ele, contendo uma ameaça contra a parlamentar.

À 1h38 da madrugada de terça-feira, 31 de maio, Beth recebeu uma mensagem de Moreira pelo Whatsapp, com os seguintes dizeres: “Boa noite! Deputada vai cair do cavalo heim (sic)!” e “Tenho pena Q tudo tem prazo de validade(sic)! E o seu chegou ao fim!”

A mensagem faz menção também às denúncias encaminhadas por Beth, nesta semana, ao Ministério Público (MP) e ao Tribunal de Contas do Estado (TCE), questionando os eventuais gastos em publicidade feitos pela Associação Mahatma Gandhi – que também é gestora da Unidade de Pronto Atendimento 24h (UPA 24h) de Catanduva – no Bom Dia. Quase semanalmente, são veiculados no jornal anúncios da entidade, sendo a maioria de grandes dimensões (meia página ou página inteira).

A parlamentar anunciou que tomaria essa medida no último sábado, 28, em seu perfil no Facebook. A decisão foi motivada por uma propaganda veiculada no Bom Dia, que utilizava a expressão “cabeça pequena” em alusão à microcefalia. Beth considerou a peça preconceituosa.

“É lamentável que, a pretexto de informar a população acerca de uma questão tão séria, a entidade, que atua na área da saúde, ponha-se a zombar do drama que afeta milhares de crianças e de famílias no Estado e no País, ainda mais em um meio de comunicação de massas, situação que contraria o espírito de igualdade e fraternidade que norteia nossas leis”, afirma a deputada, na denúncia ao MP.

O principal ponto questionado por ela, no entanto, é o fato de a co-gestora da UPA figurar como o principal anunciante do jornal, que tem uma postura claramente favorável ao prefeito Geraldo Vinholi (PSDB).

“O referido jornal especializou-se em veicular matérias altamente parciais acerca da realidade local, procurando, sempre, exaltar supostas qualidades do prefeito Geraldo Antonio Vinholi, de seu partido, o PSDB, de seus aliados e de seu governo. Ao mesmo tempo, o Bom Dia traz matérias com enfoque altamente negativo, quando não difamatório, e repletas e juízos de valor – que fogem totalmente à esperada objetividade jornalística -, contra os adversários do senhor prefeito”, afirma o documento.

A parlamentar ressalta que a denúncia não tem por objetivo interferir na liberdade de imprensa, mas sim evitar que a manipulação da realidade venha causar impactos negativos no processo democrático. “Não se questiona aqui o direito de o jornal noticiar aquilo que lhe convém, mas sim a forma como ele tem interferido na esfera pública local”, afirma o texto.

Beth anexou à denúncia imagens capturadas do site da Transparência da Prefeitura de Catanduva, relativos a empenhos realizados em nome da Associação Mahatma Gandhi. Um deles, com o número 223 e datado de 4 de janeiro deste ano, é de mais de R$ 7 milhões.

“O jornal Bom Dia presta um serviço de promoção pessoal do prefeito da cidade e é financiado majoritariamente por entidade beneficiária de recursos públicos, Associação Mahatma Gandhi o que pode configurar eventual abuso do poder político e econômico apto a desequilibrar as condições de eventuais candidatos nas próximas eleições”, afirma a denúncia.

O BO contra o proprietário do jornal foi registrado na assessoria de Polícia Civil da Assembleia Legislativa. Na queixa, a deputada afirma que se sentiu ameaçada com o conteúdo da mensagem e que teme por sua integridade física.

Ela declarou, ainda, que no seu entender, a ameaça tem relação com a denúncia relativa aos gastos com publicidade feitos pela co-gestora da UPA no jornal.

Comissão de Direitos Humanos

Na tarde de quarta-feira, 1, Beth apresentou um requerimento à Comissão de Direitos Humanos da Assembleia, no qual pede que o secretário estadual de Segurança Pública e o Procurador-Geral de Justiça do Estado sejam informados a respeito do caso, para que tomem providências em relação à ameaça feita pelo diretor do Bom Dia. O documento foi aprovado por unanimidade pelos deputados.

da assessoria da deputada Beth Sahão

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *