Assembleia lança Frente em prol da duplicação da Rodovia SP 255

19/09/2013

Rodovia da morte

Crédito: PT Alesp

O cenário é caótico. Acidentes fatais, trânsito pesado de caminhões, erosões. Esta é a situação descrita por prefeitos e vereadores que estiveram, nesta quinta-feira (19/9), na instalação da Frente Parlamentar pela Duplicação da Rodovia SP 255, que liga Ribeirão Preto ao Estado do Paraná, cortando os municípios de Araraquara, Jaú, Barra Bonita e São Miguel, entre outros.

Promovida pelo deputado petista Carlos Neder, a Frente é suprapartidária e conta com a participação de 38 deputados estaduais, sendo que, quatro deles que estavam presentes são médicos e todos manifestaram a necessidade de resposta rápida com relação a duplicação da SP 255, em defesa da vida dos usuários da Rodovia.

A atividade contou com a presença de 5 prefeitos, 25 vereadores e representante do DER – Departamento de Estrada e Rodagem, Fernando Hiromiti Maruyama, assessor parlamentar da estatal.

Por vários momentos, os participantes cobraram a execução das obras anunciadas pelos governos do PSDB e, no entanto, não realizadas. O médico e prefeito de Taquarituba, Miderson Milleo, falou de eminentes situações de risco com a falta de reparos no acostamento, no trecho da Rodovia que cobre a sua cidade.

Já o prefeito Poio Novaes, da cidade de Avaré, destacou que tem reiteradamente comunicado ao DER a necessidade da duplicação do trecho urbano da Rodovia e cobrou a falta de sensibilidade do Estado com a população da região. “As cidades cortadas pela SP 255 vivem trânsito intenso por caminhões que transportam produções de soja, cana-de-açúcar, além de ônibus escolas e de passageiros”, disse Poio.

A vereadora Rosangela Paulucci, do município de Avaré, representou os demais na composição da mesa do debate e também manifestou críiticas a situação da estrada. Paulucci mencionou a importância da Rodovia para o desenvolvimento regional e citou a ligação dos trechos entre os estados de São Paulo e Paraná e o quanto isso reflete na intensificação do trânsito de cargas e pessoas na região.

Diante das constantes críticas, o representante do DER, Fernando Hiromiti Maruyama, justificou os atrasos pelos altos investimentos e disse que o governador Alckmin já firmou contratos para a execução de alguns trechos da estrada e admitiu que não tem projeto básico para duplicação e melhoria na totalidade da Rodovia.

O anúncio feito por Hiromiti não poupou o governo de novas críticas em relação ao descompasso entre os anúncios e os cronogramas de entrega das obras.

Como encaminhamento, o deputado Carlos Neder propôs que na próxima reunião da Frente, agendada para 3/10/2013, na Assembleia Legislativa, o DER apresente uma série estórica da destinação e execução dos recursos para duplicação e melhorias da Rodovia.

Neder cobrou, ainda, a ausência do superintendente do DER, Clodoaldo Pelissioni, na instalação da Frente, mas a seguir foi informado pelo assessor parlamentar do órgão, Fernando Hiromiti, que na próxima atividade da Frente ele estará presente.

Leia mais

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.