Ato pela retirada das tropas brasileiras do Haiti

20/08/2008 15:50:00

Ato Público

Crédito:

 

 

Nesta quarta-feira, 20 de agosto, às 19 horas, no Auditório Franco Montoro da Assembléia Legislativa de São Paulo, será realizado um Ato Público pela Retirada das Tropas Brasileiras do Haiti, convocado pelos deputados estaduais do PT Adriano Diogo e José Cândido, por dirigentes políticos, sindicatos e movimentos populares.

O Ato terá a presença do haitiano David Josue, advogado e militante “pela paz, ordem e progresso no Haiti”.

Josue é assessor de Cynthia McKinney, candidata do Green Party (Partido Verde) a presidente dos Estados Unidos da América, pela coalizão “Power to the People” (Poder para o Povo).

É autor de uma carta dirigida ao presidente Luiz Inácio Lula da Silva denunciando crimes cometidos pelas tropas de ocupação do Haiti.

As tropas da ONU (Minustah – Missão de Estabilização das Nações Unidas no Haiti) ocupam o país desde 2004, sob a liderança do Brasil, que tem o maior contingente de soldados da missão (1.210, segundo os dados da ONU para junho de 2008).

Em sua carta ao presidente Lula, de abril passado, David Josue afirmou:

Os soldados brasileiros fazem ‘raides’ terríveis contra os habitantes de comunidades pobres e sem defesa no Haiti, deixando em sua esteira um rastro de sangue, lágrimas e mortes. A responsabilidade repousa em você, presidente. Não é possível que seja isso o melhor que o povo brasileiro tem a oferecer. Como isso pode ocorrer enquanto é você o presidente do Brasil? O dr. Martin Luther King Jr. nos lembrou que chega um momento em que o silêncio é uma traição. E você e seu governo ficarão silenciosos sobre essas atrocidades?”

Em torno desta carta, organizou-se no Brasil uma campanha de abaixo-assinado dirigida ao presidente Lula, pela retirada das tropas brasileiras do Haiti.

Além dos deputados, o ato em São Paulo é convocado também por:

Gegê, dirigente da Central de Movimentos Populares;

Milton Barbosa, do Movimento Negro Unificado;

Gilberto Orlandi, da Juventude Revolução – IRJ;

Markus Sokol, membro do Diretório Nacional do PT pela Corrente O Trabalho;

Renato Simões, secretário nacional de Movimentos Populares do PT;

Rafael Pinto, do Setorial Nacional de Combate ao Racismo do PT; e

Claudinho, secretário estadual de Combate ao Racismo do PT.

E pelos sindicatos:

Sindipetro-SP/CUT (petroleiros),

Sindsep-SP/CUT (servidores municipais) e

Sinpro-ABC/CUT (professores).

CONTATOS E INFORMAÇÕES:

Bárbara Corrales – pelo Comitê organizador do Ato

Telefone: 11 – 9245.0300

E-mail: barbara.corrales@uol.com.br

Deputado Estadual Adriano Diogo (PT/SP):

Telefone 11 – 3886.6845

 

 

 

 

 

 

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.