Audiência do Orçamento reúne 13 cidades do Pólo de Itapetininga

26/06/2009 12:20:00

Exercício de cidadania

 

 

A Comissão de Finanças e Orçamento da Assembleia Legislativa realizou na manhä desta sexta-feira (26/06) audiência pública, na Câmara de Itapetininga, para discutir o Orçamento Estadual 2010.

Os deputados Enio Tatto, membro da Comissão, e Hamilton Pereira representaram a bancada petista na audiência, que contou com a participação de prefeitos, vices e vereadores de Itapetininga, Itapeva, Alambari, Bom Sucesso de Itararé, Cesário Lange, São Miguel Arcanjo, Guariri, Quadra, Angatuba, Guapiara, Sarapuí e Campina do Monte Alegre, cidades da região sudeste do Estado.

Para o deputado Hamilton Pereira, o aumento da arrecadaçäo do Estado de Sáo Paulo pode atender as demandas da regiäo, que tem indicadores sociais, como desemprego e inclusáo escolar, desfavoráveis.

“A regiáo de Itapetininga é responsável por R$ 34,3 bilhöes no PIB do Estado. Além deste dinheiro, o governador poderia remanejar verbas, como por exemplo, o dinheiro da construçäo de um presídio poderia ser investido na construçäo de uma unidade da Unesp na cidade“, defendeu Hamilton.

Representante do primeiro-secretário da Assembleia Legislativa, deputado Carlinhos de Almeida, Francisco Barciela, pediu investimentos no Comitê de Bacias do Alto Paranapanema e na compra de ambulâncias para a cidade de Saltinho. Barciela também fez críticas ä proposta de orçamento do governo. “Não tem povo discutindo o orçamento. Queremos orçamento participativo estadual de verdade“, disse.

Mais reivindicações

O custeio do Hospital Regional de Itapetininga foi a principal reivindicação na área de saúde. O Hospital atende todo o Pólo de Itapetininga, que reúne 13 cidades e 550 mil habitantes. A ampliação dos investimentos estaduais no Hospital já foi reivindicada nas audiências anteriores, mas segundo o vice-prefeito de Itapetininga, Geraldo Macedo, não foi atendida, gerando uma grande crise de saúde pública na região.

“Precisamos incluir no orçamento mais verbas para os hospitais regionais. Saúde e educação são as maiores reivindicações de todas as regiões, mas o governo estadual não amplia os investimentos nestas áreas`,  disse o deputado Enio Tatto.

O Sindicato dos Trabalhadores do Centro Paula Souza e das Faculdades Tecnológicas criticou, através de seus representantes presentes a todas as audiências do Orçamento 2010 realizadas até o momento, a terceirização de funcionários na educação e cobrou a realização de concursos públicos para o ensino tecnológico.

Outra reivindicação do setor é a construção de uma Universidade Pública com curso de medicina na região, para minimizar os problemas de saúde.

o setor de obras, as principais reivindicações da região foram a duplicação da Rodovia Raposo Tavares entre Itapetininga e Sorocaba e a construção da Estrada Parque que corta o Parque Estadual Carlos Monteiro, para o desenvolvimento do turismo ecológico na região.

Durante as audiências, a Comissão recolhe sugestões para a aplicação dos recursos estaduais. É possível fazer sugestões de emenda ao orçamento também através do site da Assembleia: http://www.al.sp.gov.br/

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.