Bancada do PT quer ouvir conselheiro do TCE

22/08/2013

Propinoduto tucano

A Bancada do PT protocolou nesta quarta-feira (21/8) requerimento, tanto na Comissão de Finanças quanto na Comissão de Fiscalização e Controle, convidando Antonio Roque Citadini, conselheiro do Tribunal de Contas do Estado, a prestar esclarecimentos sobre as análises, pareceres e decisões desse órgão em relação às licitações e contratos firmados pelo Metrô e pela CPTM com as empresas Alstom, Alstom Transport, CAF, CAF do Brasil, DaimlerChrysler, Mitsui, Mitsui & Co, Siemens, Siemens AG, TTrans, Bombardier, Temoinsa/TMI, Balfour Beatty, IESA, MGE, MPE, Tejofran, Hyundai Rotem e Adtranz, respectivos consórcios em que tais empresas participaram e demais empresas pertencentes aos conglomerados.

De acordo com denúncias, essas empresas integrariam cartel com esquema de superfaturamento e pagamento de propinas para agentes públicos em licitações realizadas pelo governo do Estado.

A confissão de funcionários da Siemens ao CADE revelou que as empresas teriam desembolsado mais de R$ 400 milhões apenas em propinas a funcionários do Governo de São Paulo.

“Todos esses contratos, tendo em vista os altos valores envolvidos, passam pela criteriosa análise dos técnicos e conselheiros dessa Corte de Contas. Necessitamos de esclarecimentos sobre os julgamentos dessas licitações e contratos, incluindo as licitações e contratos ainda pendentes de decisão ou cujas decisões ainda não tenham transitado em julgado”, afirmam os deputados da Bancada no requerimento.

Os requerimentos deverão ser votados nas comissões na próxima semana.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.