Bancada quer CPI dos plantões médicos

01/07/2011 14:52:00

CPI

O deputado estadual Hamilton Pereira (PT) está coletando assinaturas para criar uma Comissão Parlamentar de Inquérito na Assembleia Legislativa de SP para investigar as fraudes em plantões médicos e licitações em hospitais da rede pública de Saúde do Estado de São Paulo. Na justificativa, Hamilton lembra que “na madrugada do último dia 16/6, foi deflagrada a Operação Hipócrates, realizada a partir de uma parceria entre Ministério Público, Polícia Civil, Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) e Grupo Antissequestro de Sorocaba (Gas). A ação, que levou 12 pessoas à prisão, resultou de uma investigação iniciada em setembro de 2010 sobre fraudes em licitações, como contratos de compra de próteses de materiais precários, e pagamentos de plantões médicos na rede estadual de saúde, que não eram cumpridos”. Entre os presos, estava o diretor geral do CHS, Heitor Consani, e dois ex-diretores.

Mais adiante, o parlamentar afirma que “de acordo com as investigações, a organização criminosa desviava verbas destinadas ao pagamento de plantões a servidores do Conjunto Hospitalar de Sorocaba e em mais 11 hospitais situados na Capital e em Itapevi e direcionava-as para beneficiários que não cumpriam com as respectivas jornadas de trabalho. As investigações revelaram ainda a existência de funcionários fantasmas, a prática de falsificações diversas, estelionato e fraudes a licitações, com favorecimentos e direcionamentos de certames”.

Assim, finaliza o documento, “justifica-se a urgente constituição de uma Comissão Parlamentar de Inquérito para que seja investigada por esta Casa a dimensão de tais irregularidades e a extensão do ônus causados aos cofres públicos e aos cidadãos, assim como as medidas cabíveis a serem propostas”.

Até o momento, 28 parlamentares já assinaram o pedido: toda a bancada do PT – exceto o deputado Rui Falcão, presidente nacional do partido, que está em viagem mas já se comprometeu a assinar –, os deputados Pedro Bigardi e Leci Brandão, do PCdoB; Carlos Gianazzi, do PSOL; e Major Olímpio, do PDT. Para a instalação da CPI, são necessárias 32 assinaturas. Hamilton continua procurando outros parlamentares para que apoiem o pedido.

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.