Base do governo impede que secretário preste esclarecimento sobre violência da PM

30/03/2016

Blindagem

Na Comissão de Segurança, a base de Geraldo Alckmin mais uma vez blindou o governo ao se declarar contrária a requerimento do PT convidando o secretário da pasta, Alexandre de Moraes, a prestar esclarecimentos sobre a violência cometida pela PM contra estudantes na PUC e torcedores no Itaquerão.

Os requerimentos, assinados pelo líder da Bancada do PT, deputado José Zico Prado, também convidavam o comandante geral da Polícia Militar, Cel. Ricardo Garamboni.

Inclusive, o secretário de Segurança já havia, em conversa telefônica com o deputado Zico Prado, se comprometido a comparecer à Comissão caso os requerimentos fossem modificados de convocação para convite, o que foi feito durante a reunião pelo deputado Luiz Fernando.

Os deputados da base do governador Geraldo Alckmin começaram a se manifestar contrários. O deputado Luiz Fernando, para que os requerimentos não fossem rejeitados, dada sua importância, pediu vistas.

“Não queremos atacar a PM, mas sentimos que o comando da Polícia Militar, em muitos momentos, tem uma ação política. Em recente manifestação, por exemplo, protegeram o inflável que representava o ex-presidente Lula invés de proteger a população que ali estava. Isso não pode acontecer. São servidores públicos armados”, afirmou o deputado. (FF)

Leia mais

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.