Bebidas e alimentos industrializados terão de informar níveis de sódio

09/02/2009 13:48:00

Saúde

A deputada Maria Lúcia Prandi (PT) quer garantir que a população tenha informações claras sobre os níveis de sódio presentes em alimentos e bebidas industrializados e comercializados no Estado de São Paulo.

Para alcançar esse objetivo, a parlamentar protocolou projeto de lei na Assembleia Legislativa propondo que as embalagens e campanhas publicitárias desses produtos contenham um alerta sobre a presença do sódio, além de informar que seu consumo traz risco de elevação da pressão arterial.

“A hipertensão é um problema de saúde pública, que tem como uma de suas causas principais a elevada ingestão de sódio. As pessoas reduzem a presença da substância na comida feita em casa, mas a consomem em níveis elevados sem nem mesmo perceber nos alimentos e bebidas industrializadas”, explica Prandi.

Ela relata que o sódio está presente em quase 100% destes produtos e muitas das vezes não apresenta o gosto salgado, “por isso, a necessidade de um alerta explícito, que desperte a atenção da população”, argumenta Prandi. Na justificativa do projeto, a deputada expõe uma série de pesquisas que vêm sendo feitas sobre o tema. Elas revelam que os alimentos voltados ao público infanto-juvenil estão sendo afetados por esse problema.

O Ministério da Saúde confirma: 26,5 milhões de brasileiros com mais de 18 anos são hipertensos. Dados da Sociedade Brasileira de Hipertensão também apontam que 3,5 milhões de crianças e adolescentes sofrem com a doença. Na maioria das vezes silenciosa e assintomática, a hipertensão arterial está na origem de 40% das mortes causadas por AVC (Acidente Vascular Cerebral) e de 25% dos óbitos em decorrência de disfunções coronarianas.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.