CADE aponta que cartel atuou em contratos que somam R$ 11,2 bilhões

31/03/2014

Propinoduto tucano

O CADE (Conselho Administrativo de Defesa Econômica) apontou em relatório divulgado em março de 2014 que há fortes indícios de formação de cartel em pelo menos nove contratos assinados pelo governo paulista entre 2000 e 2013. Esses contratos somam R$ 11,2 bilhões, em valores corrigidos pelo IGP-DI.

O Ministério Público já havia apontado na ação do cartel superfaturamento de 30%, que significaria algo como R$ 3,3 bilhões, e a propina média de 8%, que somaria algo como R$ 900 milhões.

Mas o CADE afirma que o cartel agiu também em outras licitações e vai, deste modo, sinalizando que é possível que os contratos cheguem perto dos R$ 40 bilhões, como vem denunciando a Bancada do PT na Assembleia legislativa.

Leia mais

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.