Campanha contra o aumento abusivo na conta de água

09/04/2015

Participe!

A Arsesp (Agência Reguladora de Saneamento e Energia de São Paulo) definiu um aumento abusivo nas contas de água dos paulistanos. Serão 13,8% a mais nas contas de água e o índice é mais do que o dobro dos 6,4% aplicados no ano passado.

Até 15 de abril, a Arsesp abriu uma consulta pública para que os cidadãos e entidades de defesa de direitos contribuam com sugestões e/ou críticas a este aumento. A agência criou um e-mail somente para receber essas contribuições. Então, o IDEC (Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor) recomenda que se utilize a ferramenta – http://www.idec.org.br/mobilize-se/campanhas/essa-conta-nao-e-minha – para enviar as contribuições contra esse aumento.

A justificativa da Sabesp para um aumento acima da inflação é o maior gasto da companhia com energia elétrica e diminuição do consumo de água pela população.

“Ora, muitos cidadãos consumiram menos no último ano devido à falta de água mesmo ou à “redução da pressão” operadas pela própria Sabesp. A redução do consumo foi necessária diante da ameaça do colapso e ela ocorreu exatamente porque a população colaborou e atendeu aos pedidos do governo e da Sabesp! Agora, essa mesma redução do consumo é usada para justificar o pedido de reajuste extraordinário da tarifa! Não é justo pagar duas vezes por isso. Enquanto isso, contratos com grandes clientes, que pagam menos caso consumam mais, estão valendo até hoje”, explica em texto o Idec. (sc)

Clique aqui para enviar sua contribuição.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.