Cantareira fecha setembro com chuva abaixo da média

01/10/2014

Falta de água

Os reservatórios do sistema Cantareira receberam, em setembro, menos chuva que a média prevista para o mês, de acordo com dados da Sabesp (Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo).

A média histórica é de 91,9 milímetros, enquanto que o registrado até ontem foi 66 mm, o que corresponde a 71,8%.

O sistema, que atualmente abastece 6,5 milhões de pessoas na Grande São Paulo, incluindo a capital, vive a maior crise de sua história.

Nesta quarta-feira (1/10) o sistema Cantareira chegou a 6,7% de sua capacidade. De acordo com o próprio secretário estadual de Saneamento e Recursos Hídricos, Mauro Arce, essa primeira reserva do volume morto deve se esgotar em 21 de novembro. Mas o governador Geraldo Alckmin, mais interessado em sua reeleição do que no grave problema de abastecimento, segue afirmando: “Não falta água em São Paulo”. “E não faltará.”

Com informações do jornal Agora

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.