*CENA POLÍTICA – QUARTA-FEIRA (20/12)*

20/12/2017

Crédito:

*MP VAI INVESTIGAR OS TUCANOS?*
Os deputados Alencar Santana Braga, Marcia Lia e José Zico reuniram-se com o procurador-geral de Justiça, Gianpaolo Smanio, nesta quarta (20/12), para saber do andamento das investigações do Ministério Público Estadual sobre irregularidades em obras viárias, do metrô, do monotrilho e do rodoanel nos governos de Alckmin e José Serra. Informações passadas pela Odebrecht e pela Camargo Corrêa ao Cade, em acordo de leniência, confirmam a existência de um esquema de superfaturamento e cartel, que funcionou de 2004 a 2015 nas gestões do PSDB. As obras envolvidas no esquema custaram cerca de R$ 10 bilhões.
https://goo.gl/ngVUCF

*CPI DA TUCANAGEM, JÁ*
As revelações feitas pelas empresas Odebrecht e Camargo Corrêa envolvendo os governos Alckmin e Serra precisam ser rigorosamente investigadas também pela Assembleia Legislativa, por meio de uma CPI. “O povo paulista tem o direito de saber a verdade”, afirma Alencar Santana Braga.
https://goo.gl/e7KYdf

*ORÇAMENTO INDEFINIDO*
A Comissão de Finanças e Orçamento iniciou a discussão do relatório sobre o Orçamento do Estado de 2018, mas não conseguiu avançar na deliberação. A bancada do PT apresentou voto em separado contrapondo o parecer do deputado Marco Vinholi. As inconsistências da proposta orçamentária de Alckmin têm sido atacadas por diversos setores sociais que estiveram presentes na Assembleia nesta quarta. Amanhã, os debates vão continuar.

*SEGURANDO A PRESSÃO*
A bancada petista resistiu energicamente à pressão da base governista para aprovar regime de urgência na votação das contas do governador referentes ao exercício de 2016. Os deputados Carlos Neder e Marcia Lia apontaram as diversas irregularidades indicadas pelo TCE e cobraram informações.

*DESONERAÇÕES SOMBRIAS*
Jose Américo solicitou na Comissão de Fiscalização e Controle a suspensão do trâmite das contas do governador, uma vez que faltam informações essenciais para balizar um voto consistente. Américo destacou as nebulosas desonerações feitas por Alckmin, que favorecem setores econômicos sem qualquer informação sobre quais são os valores e as empresas beneficiadas. O tema também é alvo de um pedido de CPI, protocolado pelo deputado João Paulo Rillo.

*DIREITO DE PEDALAR*
Ciclistas, movimentos de cicloativistas e parlamentares encontraram-se na audiência pública realizada na Alesp para discutir o direito de pedalar no Estado de São Paulo. A audiência foi uma iniciativa da bancada do PT em resposta a atuação violenta da política de Alckmin contra os ciclistas que participaram da tradicional Descida a Santos, dias atrás. Os deputados Alencar Santana, Enio Tatto, Luiz Fernando T. Ferreira, Luis Turco, Marcia Lia e Beth Sahão e o deputado federal Nilto Tatto participaram do encontro com os ciclistas.
https://goo.gl/bdDxdt

*PRÊMIO SANTO DIAS PARA O MTST*
Na última reunião do ano da Comissão de Direitos Humanos, foi aprovada a indicação do deputado João Paulo Rillo do nome do coordenador do MTST, Guilherme Boulos, para receber o prêmio Santo Dias de Direitos Humanos de 2018.
https://goo.gl/cJhHZV

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.