Chega a 100 o número de escolas ocupadas contra a reorganização

23/11/2015

Contra a bagunça na rede

Segundo levantamento divulgado na manhã hoje (23) pelo Sindicato do Professores do Ensino Oficial do Estado de São Paulo (Apeoesp), chega a 100 o número de escolas estaduais ocupadas por alunos e professores, em protesto contra a “reorganização” imposta pelo governo Geraldo Alckmin (PSDB), que pretende separar as escolas por ciclos e fechar ao menos 93 unidades.

Pela manhã, mais 12 unidades foram ocupadas (23), quatro na capital e oito no interior. Em São Paulo, os estudantes tomaram a E.E. Ciridião Duarte, na Lapa, zona oeste, a E.E. Plínio Negrão, na Vila Cruzeiro, zona Sul, e as E.E. Etelvina de Goes Marcucci e E.E. João XXIII, ambas na região sudoeste da cidade.

No interior, cinco escolas foram ocupadas pelos estudantes em Sorocaba. As outras ocupações ocorreram em Jundiaí, Caieiras e Itaquaquecetuba.

Confira aqui a relação de escolas que estão ocupadas:

Leia mais

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.