Combate às tarifas abusivas de pedágios

11/11/2011

25/11: “Dia D”

São Paulo terá o “Dia D” como marco de combate às tarifas de pedágios mais elevados do Brasil

Lideranças políticas e da sociedade civil em geral vão realizar no próximo 25 de novembro, o “Dia D”, como marco da luta contra as tarifas abusivas de pedágio nas estradas paulistas. O ato tem o apoio do mandato da deputada Ana Perugini, membro da Comissão de Transportes e Comunicações da Assembléia Legislativa.

Trata-se de um dia carregado de ações e atividades em muitos municípios, visando conscientizar a população da necessidade de revisão imediata da política estadual de concessão de rodovias, baseado no crescente número de praças de pedágios com os valores mais elevados do país, um dos mais caros do mundo. “Defendemos o que é justo, e nesse sentido tenho incentivado os debates em todas as regiões do Estado para levar o governo de São Paulo a mudar de postura, a quem reivindicamos a revisão de todos os contratos de concessão nessas pistas pedagiadas”, revela Ana Perugini ao elogiar a atuação dos movimentos populares, como é o caso do Movimento Contra os Pedágios Abusivos do Estado de São Paulo, impulsionado a partir de Indaiatuba, cidade da Região Metropolitana de Campinas (RMC). O ponto alto das manifestações populares terá lugar na sede do Sindicato dos Metalúrgicos, à Rua Doutor Quirino, 560, Centro de Campinas, durante evento aberto ao público, a partir das 19 horas.

Revisão de contratos, a busca do equilíbrio financeiro na relação das concessionárias com o Governo do Estado, e a cobrança da tarifa justa sustentada por quilometro rodado (e não por toda a extensão da estrada colocada à disposição para os usuários, fato que prevalece no modelo adotado em nosso Estado), são temas discutidos à exaustão pelas lideranças municipais, com a participação da deputada Ana Perugini, autora de dois projetos de lei na Assembléia: um deles propõe a isenção de pagamento de tarifas de pedágio para motoristas que residem ou trabalhem em cidades afetadas pela concessão estadual; outro quer a prestação de contas, sob responsabilidade das concessionárias, da receita auferida com a cobrança, praça à praça de pedágios, e a indicação dos investimentos promovidos pela melhoria dessas estradas. Dentre as cidades envolvidas na mobilização para as ações do “Dia D”, no próximo dia 25 de novembro, estão: Campinas, Indaiatuba, Paulínia, Cosmópolis, Artur Nogueira, Engenheiro Coelho, Conchal, Hortolândia, Monte Mor, Elias Fausto, Valinhos, Vinhedo, Itatiba, Atibaia, Sumaré, Nova Odessa, Americana, Mogi Mirim, Cordeirópolis, Araras, Rio Claro, Matão, Araraquara, Gavião Peixoto, São José do Rio Pardo, Itobi e Casa Branca. Muitas outras lideranças do Interior e da Grande São Paulo estão sendo convidadas para o evento em Campinas.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.