Comissão de deputados quer esclarecimentos do Executivo sobre poluição do Rio Tietê

29/05/2007 16:00:00

Foi aprovado nesta terça-feira, 29/5, um convite da Comissão de Finanças e Orçamento da Assembléia Legislativa do Estado de São Paulo dirigido ao secretário de Meio Ambiente, Francisco Graziano Neto. Os deputados querem saber o motivo das paralisações das obras na calha do Rio Tietê além de explicações sobre um relatório da CETESB – Companhia de Tecnologia e Saneamento Ambiental, que aponta para um aumento dos níveis de poluição do Rio Tietê.

Enio Tatto (PT), autor do requerimento que convida o secretário, justificou o pedido alertando para o volume de recursos empenhados nas obras da calha do Rio Tietê, que “podem perder sua eficácia caso exista descontinuidade das obras”. Segundo Tatto as conseqüências podem ser ambientais além das enchentes.

Outro alerta veio do petista Mário Reali, segundo o deputado “as enchentes podem voltar caso não sejam tomadas medidas preventivas”, para Reali os mais atingidos serão moradores da região leste da cidade.

Já foi investido, pelo governo do Estado de São Paulo, com o objetivo de despoluir o Rio Tietê, na primeira etapa do Projeto, 1992/1998, US$1,1 bilhão e, na segunda etapa, que vai até o primeiro semestre de 2008, serão investidos US$ 400 milhões.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *