Comissão de Serviços e Obras visita obras da linha 4 do Metrô

28/08/2007 17:50:00

Metrô – Linha 4

Crédito:

Na manhã desta terça feira, o deputado Sebastião Almeida, presidente da Comissão de Serviços e Obras Públicas da Assembléia Legislativa, juntamente com outros membros da Comissão, realizou uma visita às obras da linha 4 – amarela – do Metrô para ver de perto a obra e conhecer os processos construtivos. A visita teve início às 9 horas na estação Fradique Coutinho e percorreu as estações Faria Lima, Pinheiros e Butantã. De acordo com o deputado Sebastião Almeida (PT), sete meses se passaram desde o acidente que matou sete pessoas e muita coisa ainda não foi esclarecida. Ontem, a Comissão recebeu um relatório da Secretaria de Transportes Metropolitanos, do Governo de São Paulo, com os dados das famílias atingidas: “Ainda tem gente que está em hotéis, casas de parentes ou voltaram para suas casas apesar da insegurança. O governador Serra não pode fazer vistas grossas para essa situação”, afirma o deputado. Almeida diz ainda que: “Independentemente do consórcio contratado para realizar as obras, a responsabilidade é do Estado e o governador deve uma satisfação não só às vítimas, mas a toda população do estado de São Paulo e a Comissão de Serviços e Obras fará o seu papel de fiscalizar as ações do executivo”.

Comissão de Serviços e Obras visita obras da linha 4 do Metrô

Na manhã desta terça feira, o deputado Sebastião Almeida, presidente da Comissão de Serviços e Obras Públicas da Assembléia Legislativa, juntamente com outros membros da Comissão, realizou uma visita às obras da linha 4 – amarela – do Metrô para ver de perto a obra e conhecer os processos construtivos. A visita teve início às 9 horas na estação Fradique Coutinho e percorreu as estações Faria Lima, Pinheiros e Butantã. De acordo com o deputado Sebastião Almeida (PT), sete meses se passaram desde o acidente que matou sete pessoas e muita coisa ainda não foi esclarecida. Ontem, a Comissão recebeu um relatório da Secretaria de Transportes Metropolitanos, do Governo de São Paulo, com os dados das famílias atingidas: “Ainda tem gente que está em hotéis, casas de parentes ou voltaram para suas casas apesar da insegurança. O governador Serra não pode fazer vistas grossas para essa situação”, afirma o deputado. Almeida diz ainda que: “Independentemente do consórcio contratado para realizar as obras, a responsabilidade é do Estado e o governador deve uma satisfação não só às vítimas, mas a toda população do estado de São Paulo e a Comissão de Serviços e Obras fará o seu papel de fiscalizar as ações do executivo”.

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.