Conselho de Psicologia entrega relatos para Comissão

18/06/2013

Comissão da Verdade

Com o objetivo de colaborar nos efetivos trabalhos realizados pela Comissão Estadual da Verdade Rubens Paiva, o Conselho Regional de Psicologia de São Paulo irá compartilhar, nesta sexta-feira (21 de junho), testemunhos de psicólogos de São Paulo que, de alguma maneira, foram atingidos pela ditadura civil militar no Brasil.

Nesta quarta-feira (19/6), às 10h30, será realizada audiência sobre os militantes da Liga Operária perseguidos durante a ditadura – Auditório Teotônio Vilela, 1º andar, da Assembleia Legislativa de SP.

Dia 21: entrega de 26 testemunhos

A audiência pública do dia 21 de junho marca a entrega oficial de 26 testemunhos de profissionais da Psicologia. A iniciativa integra o projeto Psicologia e Direito a Memória e a Verdade do Conselho Federal de Psicologia que por meio de seus conselhos regionais decidiu realizar um mapeamento, junto à categoria, de quem vivenciou os atos de violência cometidos durante os anos em que o país viveu sob o controle dos militares.

O trabalho está sendo feito em todo o país e os relatos serão reunidos em uma publicação com previsão de lançamento para setembro. Ao compartilharem seus testemunhos, os psicólogos estão deixando para as futuras gerações o registro do que aconteceu neste obscuro e terrível momento da vida brasileira, que foi o período da ditadura civil militar e seus constantes atentados contra os direitos humanos e a democracia no país. Neste sentido, o CRP SP se orgulha em poder colaborar com o qualificado trabalho desenvolvido pela Comissão Estadual da Verdade Rubens Paiva. Afinal, um país sem memória é incapaz de projetar seu futuro.

A audiência será realizada a partir das 14h, no Auditório Teotônio Vilela, 1º andar, Assembleia Legislativa de São Paulo (Av. Pedro Alvares Cabral, 201 – São Paulo).

A Comissão estadual da Verdade é presidida pelo deputado do PT, Adriano Diogo.

fonte: Comissão Estadual da Verdade

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.