CPI da Máfia da Merenda ouvirá presidente da Assembleia, Fernando Capez

13/09/2016

Máfia da Merenda

Crédito:

Depoimentos e documentos coletados pelas investigações apontam Capez como beneficiário da propina

O deputado Fernando Capez, presidente da Assembleia Legislativa está convocado para depor, amanhã, dia 14 de setembro, na CPI da Merenda que está investigando o esquema que atuava no governo do Estado na fraudava as licitações para aquisição de merenda para as escolas públicas estaduais.

O esquema foi deflagrado pela investigação Operação Alba Branca sediada na cidade de Bebedouro. Os promotores e delegados responsáveis pelas investigações coletaram documentos e depoimentos dos integrantes da Cooperativa COAF e de agente públicos que mencionaram o deputado estadual do PSDB, Fernando Capez como beneficiário da coleta de propina.

Na 9º sessão da CPI, que aconteceu na terça- feira, 13/09, os deputados ouviram o ex- funcionário de Capez, Jéter Pereira Rodrigues que confirmou participação no esquema da Máfia da Merenda ao dar outra versão para o recebimento de cheque no valor de 50 mil reais, da COAF.

Jéter disse que assinou um contrato de consultoria de R$ 200 mil com a Coaf e alegou ter sido coagido por José Merivaldo dos Santos, também ex-assessor de Capez, a repassar o cheque de R$ 50 mil para não ser alvo de uma sindicância interna, por ter feito e rubricado ofício em nome do deputado para beneficiar um delegado.

As investigações da Operação Alba Branca apontou que funcionários do deputado teriam intercedido para viabilizar contrato da Cooperativa com a Secretaria Estadual de Educação. A ação teria contato também com a participação de outros integrantes do governador Geraldo Alckmin, que trabalhavam no Palácio dos Bandeirantes. Para a Bancada do PT há muita questão a ser esclarecidas sobre o funcionamento e envolvimento de agentes públicos e políticos que roubavam recursos da merenda das escolas públicas estaduais.

Rosário Mendez

Leia mais

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.