CPI do HSBC vai ouvir ex-diretor da CPTM nomeado por Alckmin

10/04/2015

Propinoduto

CPI do HSBC vai ouvir ex-diretor da CPTM nomeado por Alckmin

Denunciado pelo Ministério Público de São Paulo, de ter cinco contas na Suíça com um montante de US$ 1,2 milhão, o ex- diretor da CPTM Ademir Venâncio de Araújo, foi convocado pela CPI do HSBC para prestar depoimento, nesta quinta- feria, 09/4.

Segundo informações publicadas pela imprensa, em maio do ano passado o dinheiro do ex- diretor foi bloqueado pela Justiça da Suíça por ter origem suspeita. Venâncio é um dos investigados por ligação no cartel dos trens em São Paulo e foi indiciado pela Polícia Federal por corrupção, formação de quadrilha e lavagem de dinheiro.

Ele é suspeito de atuar Junto com Oliver Hosssepian, ex- presidente da estatal de trens, e José Roberto Zaniboni, ex- diretor da empresa já condenado na Suíça como “intermediário” da propina. A apuração aponta que Zanoboni usava conta de uma empresa Foco que prestava serviços de consultoria para o governo do Estado para viabilizar o esquema.

Segundo informações recebidas pelos ministérios públicos estadual e federal das autoridades da Suíça, além de Ademir, a esposa dele também aparece como responsável pelas cinco contas bancárias.

Em meados de março de 2013, o Ministério Público denunciou 30 executivos de 12 empresas do setor de transportes por crime de cartel e irregularidades em 11 licitações. Dados apurados pelos deputados estaduais do PT e na Assembleia Legislativa apontam que os contratos do governo do Estado com as empresas que constituíram o Cartel, no período de 1990 a 2013, alcançaram o montante de R$ 30 bilhões.

As licitações investigadas foram realizadas entre 1998 e 2008, a partir do período que a gestão do Estado de São Paulo passou ser dominada pelos sucessivos governos tucanos, inaugurada pelo então governador Mario Covas.

De acordo com o promotor Marcelo Mendroni, do Grupo de Atuação Especial de Combate aos Delitos Econômicos (Gedec), as cinco denúncias foram protocoladas na Justiça no dia 24 de março de 2013.( rm)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.