CPTM tem semana repleta de panes

23/11/2012

Pane

Pela quarta vez nesta semana a população de São Paulo foi penalizada com panes e atrasos dos trens da CPTM. Na segunda – feira (19/11), cerca de 380 mil passageiros que usam uma linha de trens que liga Jundiaí, no interior paulista, ao centro da cidade de São Paulo enfrentaram dificuldades. A Companhia Paulista de Trens Metropolitanos afirmou que as obras do fim de semana não foram concluídas a tempo e, por isso, os trabalhos prosseguiram na segunda. Os ônibus disponibilizados, no entanto, não foram suficientes para atender a demanda de passageiros, que encontram longas filas.

No dia seguinte, os usuários foram novamente atingidos pelos problemas na circulação dos trens. Desta vez, os passageiros enfrentaram dificuldades por até doze horas depois da queda de uma árvore na Linha 7- Rubi.

Segundo a Companhia a árvore atingiu os cabos aéreos do sistema de alimentação elétrica das composições, entre as estações Franco da Rocha e Baltazar Fidélis, por volta das 18h30 de segunda-feira.

Na quinta- feira (22/11), um trem apresentou problema na estação Jardim Romano, da Linha 12- Safira, às 6h30. A circulação foi normatizada três horas depois, por volta das 9h30, de acordo com informações da própria Companhia.

Na sequência da rotina problemas da CPTM, os passageiros foram novamente afetados pelo apagão nos transportes, nesta sexta- feria, dia 23/11, uma falha no sistema de alimentação elétrica na estação Barra Funda da Linha 8-Diamante da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos provocava lentidão na circulação das composições, por volta das 6h30.

De acordo com a CPTM, os trens circulavam com maior intervalo e maior tempo de parada nas plataformas. As equipes de manutenção trabalhavam na linha liga Itapevi, na Grande São Paulo, à estação Júlio Prestes, no Centro de São Paulo.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *