Crise da água provoca queda de popularidade de Alckmin

09/02/2015

Crise da água

Crise da água provoca queda de popularidade de Alckmin

O tucano perdeu dez pontos de ótimo/bom caiu de 48% para 38%, nível que tinha em junho de 2013, conforme dados da pesquisa Datafolha. Desde outubro o governador Geraldo Alckmin perdeu 10 pontos de ótimo/bom, índice que alcançou em outubro do ano passado.

Segundo as entrevistas na região metropolitana de São Paulo apontam que 60% são a favor de um rodízio de água. A pesquisa foi realizada nos dias 3 a 5 de fevereiro, sendo que na região metropolitana de São Paulo, foram entrevistadas 1.231 pessoas em nove cidades.

A pesquisa Datafolha mostra que praticamente toda a população tomou conhecimento dos problemas de energia e água e que a maior adesão às medidas restritivas está na população mais escolarizada, jovem e rica –embora tenha apoio da maioria em todas as faixas de escolaridade, idade e renda.

O menor apoio ao rodízio em São Paulo vem dos idosos (51%), dos que recebem até dois salários mínimos (54%) e dos que cursaram até o ensino fundamental (53%).
Os problemas de água em São Paulo são atribuídos ao governo estadual por 37% dos entrevistados no Estado. Outros 22% dizem que “todos” são responsáveis, 20% atribuem a questão à população, e 9%, ao governo federal.

Fonte: Folha de S. Paulo

Leia mais

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *