De Grandis engavetou oito ofícios do Ministério da Justiça sobre caso Alstom

04/11/2013

Propinoduto tucano

Reportagem da revista IstoÉ (1/11) revela que procurador Rodrigo de Grandis engavetou oito ofícios do Ministério da Justiça que pediam apuração do escândalo do Metrô de São Paulo, prejudicando o andamento das investigações.

Devido à falta de cooperação brasileira, o Ministério Público suíço decidiu arquivar a investigação contra três dos acusados de distribuir propina a políticos tucanos e funcionários públicos. Em sua única manifestação sobre o caso, De Grandis alegou que sempre cooperou e só teria deixado de responder a um pedido feito em 2011, que teria sido arquivado numa “pasta errada”. Mas sua versão parece difícil de ser sustentada em fatos.

Clique aqui para ler a reportagem completa.

Leia mais

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.