Debate: política de cotas com reitores da USP, Unicamp e Unesp

08/03/2013

Quarta-feira

Por iniciativa da Bancada do PT e apoio da Comissão de Educação e Cultura da Assembleia Legislativa, será realizada nesta quarta-feira (13 de março), audiência pública para debater o Programa de Inclusão com Mérito no Ensino Superior Público Paulista, de autoria do governo Alckmin, com a presença dos reitores das três universidades públicas do Estado de São Paulo – USP, Unesp e Unicamp. O coordenador da Universidade Virtual do Estado de São Paulo (Univesp), Carlos Vogt, também deverá participar da atividade. O líder da Bancada do PT, deputado Alencar Santana Braga é um dos autores do requerimento aprovado para a realização da audiência.

A questão central do debate é esclarecer como as universidades públicas paulistas aplicarão as cotas.

Diversas correntes dos movimentos social, estudantil e negro defendem o sistema de cotas descrito no Projeto de Lei 530 de autoria de deputados do PT, que tramita na Assembleia Legislativa desde 2004. Nesse sistema, 50% das vagas nas universidades do Estado seriam destinadas a estudantes de escolas públicas, sendo 30% delas para estudantes negros. Mas não haveria necessidade de cursos preparatórios. Os pró-cotistas argumentam que uma série de pesquisas tem demonstrado que o desempenho dos alunos contemplados com cotas é igual ou superior aos demais.

Os deputados do PT Luiz Claudio Marcolino e Simão Pedro (licenciado) também são autores de projetos sobre o tema e que tramitam na Assembleia.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.