Depois de quatro anos, tucanos começam a ser investigados em CPI

05/12/2006 17:50:00

Após quatro anos sem investigar o governo do Estado de São Paulo, a Assembléia Legislativa paulista instalou em (06/12) a Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI), que vai investigar a guerra fiscal entre os Estados. Sua primeira ação será a convocação do coordenador da Administração Tributária, da Secretaria de Fazenda do Estado de São Paulo, Henrique Shiguemi, na próxima quarta-feira (13/12), às 10h.

A proposta de convocação, do titular da administração tributária do Estado foi apresentada pela deputada do PT Beth Sahão, membro da CPI. A Comissão da Guerra Fiscal é um dos 70 pedidos feitos durante os últimos quatro anos do governo do PSDB, que só foi só aberto aos o PT recorrer a Justiça, depois de inúmeras tentativas do Partido dos Trabalhadores na Assembléia em abrir investigações sobre a administração de Alckmin.

Neste momento, no entanto, serão instaladas apenas duas comissões de investigação: a da Guerra Fiscal e a da Eletropaulo, de autoria do deputado petista Candido Vaccarezza. A primeira vai esclarecer a estrutura tributária do Estado e as conseqüências dela. A da Eletropaulo, por sua vez, quer analisar a forma como foi feita a privatização da empresa. As duas Comissões foram escolhidas pelo presidente da Alesp, Rodrigo Garcia, por ordem cronológica e deve se encerrar até março de 2007.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *