Deputada articula adesões do Estado à Hora do Planeta

26/03/2009 18:04:00

Movimento mundial

 

 

 

Parlamentar já aderiu ao movimento que acontecerá simultaneamente em todo o mundo. Objetivo é fazer alerta sobre o aquecimento global e as mudanças climáticas. Está é a primeira vez que ato simbólico ocorre no Brasil, onde as luzes deverão ser apagadas das 20h30 às 21h30 deste sábado (dia 28/3)

A deputada estadual Maria Lúcia Prandi  está empenhada em articular novas adesões à Hora do Planeta. A parlamentar encaminhou o apelo ao governador do Estado, José Serra, aos presidentes da Assembléia Legislativa, Barros Munhoz, e do Tribunal de Justiça de São Paulo, Roberto Antonio Vallim Bellocchi. Na Baixada Santista e no Vale do Ribeira, Prandi enviou ofícios aos prefeitos.

Membro da Frente Parlamentar Pró-Agenda 21, a deputada Maria Lúcia já aderiu pessoalmente. O movimento é um ato simbólico no qual governos, empresas, organizações não-governamentais e a população de todo o mundo são convidados a demonstrar sua preocupação com o aquecimento global e as mudanças climáticas.

“Fiz uma pesquisa no site da WWF-Brasil (ONG que coordena o movimento no Brasil). Nem o Governo Paulista, a Assembléia ou o TJ aderiram. Na Baixada e Vale, somente Peruíbe já havia aderido. Decidi correr atrás e os primeiros resultados apareceram imediatamente”, enfatiza a deputada Prandi, lembrando que o simples ato de apagar as luzes durante uma hora é uma forma de chamar atenção para uma questão que já traz consequências para as vidas de todos.

Conhecido mundialmente como Earth Hour, a Hora do Planeta será promovida no País, pela primeira vez, pelo WWF-Brasil, ONG internacional que atua em programas e projetos de conservação da natureza. A proposta é que neste sábado, dia 28, luzes sejam apagadas durante uma hora, entre 20h30 e 21h30 (horário de Brasília). Até o momento, cerca de 1200 cidades de 80 países já aderiram ao movimento, ultrapassando a meta de mil municípios estabelecida pelos organizadores. A estimativa é que mais de 1 bilhão de pessoas participem.

Realizada pela primeira vez em 2007, a Hora do Planeta contou com a participação de 2,2 milhões de moradores de Sidney, na Austrália. Já em 2008, o movimento contou com a participação de 50 milhões de pessoas, de 400 cidades em 35 países. Simultaneamente apagaram-se as luzes do Coliseu, em Roma, da ponte Golden Gate, em São Francisco e da Opera House, em Sidney, entre outros ícones mundiais.

 

 

 

 

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.