Deputada exige pagamento de atrasados aos funcionários

04/02/2013

Hospital São João

Deputada exige pagamento de atrasados aos funcionários do Hospital São João

Unidade, em Registro, é o principal equipamento de saúde do Vale do Ribeira. Ao todo, 400 funcionários entraram em greve nesta segunda-feira (4/2). Salários estão atrasados há dois meses

A deputada estadual Telma de Souza enviou ofício à Secretaria de Saúde do Estado de São Paulo solicitando o imediato pagamento dos salários, referentes a dezembro e janeiro últimos, dos funcionários do Hospital São João, em Registro, no Vale do Ribeira. A parlamentar também encaminhou requerimento de informações e um pedido de audiência com o secretário da pasta, José Guido Cerri, para discutir alternativas para a normalização dos serviços na unidade de Saúde.

O São João é o principal hospital público que atende a população do Vale do Ribeira. O mais próximo, o Hospital Regional Dr. Leopoldo Bevilacqua, também administrado pelo Estado, fica a cerca de 50 quilômetros de distância.

Os 400 funcionários do Hospital São João entraram em greve nesta segunda-feira (4/2), após 72 horas em estado de paralisação, na tentativa de obter os pagamentos em atraso. Como não houve a quitação, eles iniciaram a greve por tempo indeterminado. Entretanto, segundo a diretora regional do sindicato da categoria, Jaqueline Pereira, em contato com o gabinete da deputada Telma, “os serviços serão mantidos com 30% de servidores em atividade”.

Os salários não são pagos há dois meses, devido a problemas de documentação que impedem a transferência de recursos estaduais para a APAMIR, organização social (OS) que administra o equipamento médico por determinação do Governo Estadual. A soma em atraso já chega a R$ 1,31 milhão.

Para pôr fim ao movimento, o Governo do Estado precisa publicar a ordem de pagamento no Diário Oficial, para então efetivar o repasse. No entanto, até o final da tarde desta segunda-feira, a documentação permanecia na Diretoria Regional de Saúde (DRS).

fonte: Ass. Imprensa – dep. Telma de Souza

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.