Deputado do PT apresenta projeto que cria Prêmio Inezita Barroso

22/10/2015

Iniciativa do PT

Crédito:

Marta Barroso, filha de Inezita, esteve no gabinete do deputado apoiando o projeto

Com o intuito de reconhecer e valorizar aqueles que mantêm as tradições da cultura caipira de raiz no estado de São Paulo, o deputado estadual Marcos Martins protocolou, nesta quarta-feira, 21/10, na Assembleia Legislativa, um Projeto de Resolução para a criação do Prêmio Inezita Barroso. Na ocasião, o parlamentar esteve acompanhado de Marta Barroso, filha de Inezita, que esteve no gabinete do deputado apoiando o projeto.

“Ao homenagear pessoas, grupos ou entidades que mantêm as tradições caipiras, perpetuaremos o trabalho de Inezita, que sempre atuou pela manutenção destas tradições. Desta forma, além de relembra-la e homenageá-la, queremos manter vivo um dos maiores patrimônios culturais do nosso estado: a cultura caipira de raiz”, afirmou Martins.

Para Marta Barroso, a criação do prêmio vai de encontro à luta e ao trabalho de sua mãe. “O sonho da minha mãe era que este trabalho perpetuasse, que não morresse. Eu, representando a família dela, só posso agradecer – me sinto honrada por esta homenagem tão bonita e o que eu puder fazer para acrescentar a este projeto eu irei fazer com o maior prazer”, disse.

Quando era vereador pela cidade de Osasco, Marcos Martins homenageou Inezita Barroso com o título de Cidadã Osasquense. Já deputado, Martins recebeu a artista na Assembleia Legislativa durante a comemoração dos 100 anos de João Pacífico. Em sua trajetória parlamentar, o deputado sempre defendeu a música sertaneja de raiz e via em Inezita uma grande inspiração. “A Inezita era querida e admirada por todos os violeiros do nosso estado. Se pensarmos em alguém que defendia a cultura caipira, essa pessoa era a Inezita”.

A iniciativa foi elogiada e apoiada pelos deputados presentes no plenário. Agora, o projeto deve passar pelas comissões de constituição e justiça e cultura antes de seguir para votação em plenário.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.