Deputado pede informações sobre venda de bebidas alcoólicas nas estradas estaduais

21/02/2008 16:00:00

Acidentes nas estradas

 

 

Devido a acidentes graves atribuídos à ingestão de á ;lcool, o deputado Donisete Braga (PT) enviou Requerimento de Informaç ão ao secretário dos Transportes, Mauro Guilherme Jardim Arce, pedindo esclarecimentos sobre duas leis que proíbem a venda de bebidas alcoólicas nas estradas estaduais. “É certo que a associação de ingestão de álcool e direç ão provoca resultado desastroso, sendo responsável por um grande número de acidentes com vítimas fatais”, justifica o deputado.

Conforme Donisete Braga, atual 1º secretário da Assembléia Legislativa, as leis em vigência são as de números 4.855/85 e 9.468/96. Ele indaga, em primeiro lugar, se as leis foram regulamentadas e quais as providências práticas adotadas pela Secretaria dos Transportes para executar e fiscalizar as medidas previstas em ambas as legislações e se surtiram efeitos. A seguir, pergunta se houve campanha de divulgação da proibição introduzida pelas leis e como foi feita a divulgação junto aos estabelecimentos atingidos.

Ainda no tocante a fiscalização, o deputado pergunta o nú mero de infrações registradas nos últimos dez anos, quantas multas foram aplicadas no período e o montante arrecadado. Outra indagação se refere ao número de autorizaçõ es de aceso às estradas estaduais canceladas ou negadas a estabelecimentos comerciais no cumprimento das leis. Ele também questiona se houve redução de acidentes provocados pelo excesso de álcool desde a edição da lei 9.648/96 e, em caso negativo, explicar as razões.

O deputado pergunta ainda que outras medidas o governo do Estado tem adotado para conscientizar sobre o perigo do consumo excessivo de bebidas alcoó licas e se apresentam eficácia. Por fim quer saber se nos fins de semana prolongados a Secretaria adota operações especiais voltadas a prevenir o consumo de bebidas alcoólicas e se essas operaçõ ;es trouxeram redução no número de acidentes desta natureza nas rodovias estaduais.

“Os gastos em internações hospitalares em decorrência de acidentes relacionadas ao uso de álcool vêm aumentado sobremaneira”, alerta Donisete Braga. Para ele, o governo do Estado tem papel importante no combate ao consumo excessivo de álcool e suas conseqüências, lembrado que recentemente o governo federal proibiu a venda de bebidas alcoólicas nas rodovias federais.

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.