Deputado quer formar comissão para discutir aterro de Itaquá

26/04/2011 13:58:00

Problemas do lixo

Crédito:

 

O aterro de Itaquaquecetuba recebe lixo de pelo menos mais quatro cidades: Mogi das Cruzes, Suzano, Ferraz de Vasconcelos e Poá; sofreu explosão na segunda (25/4)

Na manhã da segunda-feira (25/4), o aterro sanitário localizado na cidade de Itaquaquecetuba, sofreu uma explosão e em seguida um desmoronamento, o que causou a interdição da estrada do Ribeira, que passa pelo local. Segundo os bombeiros foram espalhados pela via cerca de 150 toneladas de lixo.

O deputado estadual José Candido foi acionado por professores que lecionam em uma escola que fica nas proximidades do aterro e foi até o local averiguar a situação. Candido ficou muito preocupado com o que viu, “esta é a segunda vez que isso acontece, isso é uma tragédia anunciada, infelizmente deixaram virar manchete para pensar em soluções”, disse.

Candido quer formar um grupo para tratar do caso, “vou acionar a Comissão de Meio Ambiente da Assembleia, trazê-los aqui, quero formar uma comissão com pessoas de vários órgãos e da região para discutirmos não só o problema e sim soluções”, afirmou.

As causas do acidente ainda não foram divulgadas, o cheiro no local é muito forte e não há confirmação de vítimas. Segundo relato de moradores, alguns veículos passavam pelo local no momento da explosão e foram soterrados, mas a informação não foi confirmada pelos bombeiros que trabalham no local.

A área afetada pela explosão está toda interditada, mas o aterro continua recebendo lixo, segundo funcionários o material está sendo colocando em outra área.

O aterro de Itaquaquecetuba recebe lixo de pelo menos mais quatro cidades: Mogi das Cruzes, Suzano, Ferraz de Vasconcelos e Poá.

 

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *