Deputados debatem internação compulsória de dependentes de drogas

29/08/2011 20:58:00

Quarta-feira

Crédito:

 

Deputados da Frente Parlamentar de Enfrentamento ao Crack e outras Drogas vão debater a internação compulsória de dependentes de drogas na quarta-feira (31/8), às 14 horas, na Assembleia Legislativa de São Paulo. Eles convidaram o secretário de Assistência Social da cidade do Rio de Janeiro, Rodrigo Bethlem, que vem implementando a medida naquela cidade, para fazer um relato sobre a experiência.

Adotada em 31 de maio passado, a internação compulsória já tirou das cracolândias cariocas 101 crianças e adolescentes. Destas, 53 foram diagnosticadas como dependentes de drogas e internadas. O município mantém quatro centros de tratamento. Aos críticos da medida, o secretário responde que 80% das crianças acolhidas já perderam os vínculos familiares, sendo necessário que o Estado assuma a tarefa.

 

Para o deputado Donisete Braga, coordenador da Frente, é fundamental discutir o tema. “A cidade de São Paulo não pode ficar passiva diante do avanço do crack. Novas cracolândias estão nascendo a cada dia”. A Frente, disse ele, está fazendo um levantamento sobre o crack e outras drogas nos municípios paulistas. Os dados devem ser divulgados brevemente.

Secretário que implantou internação compulsória de usuários de drogas no Rio fala aos deputados na audiência 

A convite da Frente Parlamentar de Enfrentamento ao Crack e outras Drogas, o secretário de Assistência Social da cidade do Rio de Janeiro, Rodrigo Bethlem, fará uma exposição na audiência pública sobre os resultados da internação compulsória de usuários de drogas, medida adotada pela prefeitura carioca, em 31 de maio passado.

 

Estarão presentes, também, o presidente do Conselho Estadual de Políticas sobre drogas, Mauro Aranha, o Promotor de Justiça do Núcleo da Infância e Juventude, Lélio Ferraz, o Coordenador de Políticas sobre Drogas da Secretaria de Justiça do Estado de São Paulo, de Luiz Alberto Chaves de Oliveira, o presidente da Comissão de Estudos sobre Educação e Prevenção de Drogas e afins e Cid Vieira de Souza Filho, entre outras autoridades.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.