Deputados do PT exigem CPIs na Assembléia

19/04/2005 14:50:00

Enio Tatto, líder da bancada, lembrou que no Colégio de líderes ocorrido daquele mesmo dia, o PT cobrou da base do governo tucano, a instauração de CPIs, além de destacar a necessidade da aprovação de Projeto de Resolução que prevê mudanças nas regras do Regimento Interno da Assembléia para viabilizar a instauração de CPIs. Segundo Tatto, os petistas querem a abertura de Comissões de Inquérito pela ordem cronológica dos protocolos dos pedidos e criticou a bancada tucana, que resiste a CPIs na Assembléia de São Paulo, “mais uma vez os tucanos impedem que a Assembléia investigue o governo e mostre as irregularidades que tem sido noticiada pela imprensa”.

Renato Simões frisou que no caso Nossa Caixa, já existem motivos relevantes que permitam o início de investigações, inclusive uma Auditoria Especial do Tribunal de Contas do Estado e apontou que “o povo reivindica esclarecimentos das fortes denúncias que pesam sobre o governo do Estado de São Paulo”.

Os deputados governistas obstruíram os trabalhos, não discutiram os requerimentos da bancada do PT, com os pedidos de vistas de maneira alternada, pois recursos de vistas ao requerimento pode ser feito apenas uma vez por deputado. Os tucanos usam dessa prática prevista no regimento do Parlamento paulista e protelam por mais uma semana a definição da convocação dos envolvidos nas irregularidades.

Mário Reali afirmou que “é prerrogativa do Legislativo investigar o Executivo, porém na Assembléia de São Paulo todos os pedidos são barrados pela bancada tucana”. Recentemente deputados aliados do ex-governador Geraldo Alckmin foram denunciados por cooptação, que teria sido feita pelo próprio governador, com o benefício de verbas de publicidade para veículos de comunicação ligados aos deputados da base tucana.

A bancada petista fez uma saudação aos bancários aposentados e aos trabalhadores da TV Cultura, presentes na reunião. Os trabalhadores reivindicavam a instauração urgente da CPIs da Nossa Caixa e da TV Cultura, e se manifestaram usando “óculos gigantes” como forma de ironizar a operação “vistas grossas” da bancada do PSDB.

 

<!– .bordaBox {background: transparent; width:100%;} .bordaBox .b1, .bordaBox .b2, .bordaBox .b3, .bordaBox .b4, .bordaBox .b1b, .bordaBox .b2b, .bordaBox .b3b, .bordaBox .b4b {display:block; overflow:hidden; font-size:1px;} .bordaBox .b1, .bordaBox .b2, .bordaBox .b3, .bordaBox .b1b, .bordaBox .b2b, .bordaBox .b3b {height:1px;} .bordaBox .b2, .bordaBox .b3, .bordaBox .b4 {background:#f3f3f3; border-left:1px solid #f3f3f3; border-right:1px solid #f3f3f3;} .bordaBox .b1 {margin:0 5px; background:#f3f3f3;} .bordaBox .b2 {margin:0 3px; border-width:0 2px;} .bordaBox .b3 {margin:0 2px;} .bordaBox .b4 {height:2px; margin:0 1px;} .bordaBox .conteudo {padding:5px;display:block; background:#f3f3f3; border-left:1px solid #f3f3f3; border-right:1px solid #f3f3f3;} ]]>

 Tags

 

Microsoft VBScript runtime

error ‘800a005e’

Invalid use of Null: ‘Split’

/noticia/p/default.asp, line 215

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *