Diretor Jurídico da Nossa Caixa depõe na Assembléia Banco gastou R$ 48 milhões em publicidade para aliados de Alckmin

21/08/2006 15:50:00

O banco foi envolvido no escândalo dos gastos com serviços de publicidade para aliados políticos do então governador Geraldo Alckmin. No período de março de 2002 a setembro de 2003, a Nossa Caixa pagou R$ 43,8 milhões às agências Colucci & Associados Propaganda e Full Jazz Comunicação e Propaganda, que operaram sem contrato durante 18 meses.

O dirigente do banco deverá explicar aos deputados, quando e por quê a direção do banco, decidiu manter o serviço sem o respaldo contratual. Outra questão denunciada pela imprensa e que também será enfocada no questionamento são os indícios de direcionamento do dinheiro público para veículos de comunicação de parlamentares da base de sustentação do governo Alckmin.

Recentemente, o dono da agência Collucci, Oscar Collucci, informou à Comissão que chegou a renovar o contrato com o banco, mas alegou não ter ficado com cópia do documento e atribuiu ao então gerente de marketing Jaime de Castro Jr, a responsabilidade pelo fato.

A bancada do PT tem a CPI da Nossa Caixa como um das questões prioritárias nas investigações de irregularidades do governo Alckmin, que engavetou 69 pedidos de CPIs, protocolados na Assembléia.

O PT ganhou na Justiça o reconhecimento de que CPIs é um instrumento de investigação das ações do Executivo, mas os governistas continuam a bloquear a fiscalização e investigação da administração tucana.

O Sindicato dos Bancários de São Paulo, realiza amanhã, dia 22/08, a partir das 12 horas,no centro da capital, em frente a Sede central do banco, um Ato Pró-CPI da Nossa Caixa.

Assunto : depoimento de diretor jurídico da Nossa Caixa
Quando : Terça-feira, dia 22, às 14h15
Local: Plenário Tiradentes da Assembléia Legislativa de São Paulo

Mais informações: Assessoria de Comunicação da Liderança do PT na Assembléia Legislativa
de São Paulo
Tel: 3886.6442

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.