Mandato conquista reforma para escola estadual de Itaberá

Por: Assessoria de Comunicação da deputada estadual Márcia Lia

Obra está em fase de licitação; prédio tem problemas estruturais graves

O mandato da deputada estadual Márcia Lia conseguiu a reforma da Escola Estadual Engenheiro Maia, em Itaberá, no Sudoeste Paulista. A obra está em fase de licitação e deve ter investimento de cerca de R$ 1,4 milhão.

“Fomos procurados por mães de alunos no ano passado, denunciando danos graves na estrutura da escola e acionamos o Governo do Estado por meio de requerimentos de informação e reuniões na Secretaria de Estado. Durante a campanha eleitoral, recebemos a confirmação de que a unidade irá passar por uma reforma que irá recuperar todo o prédio, finalmente”, fala a deputada Márcia Lia.

A EE Engenheiro Maia foi construída há 7 anos para ser uma escola modelo, mas cinco anos depois da inauguração apresentou problemas estruturais. As mães denunciaram a Estado, algumas salas foram fechadas, mas os danos foram aumentando.

Depois da mobilização das mais de 600 mães, que procuraram o mandato, a deputada Márcia Lia acionou o Estado. A escola foi fechada inicialmente por dois meses para passar por reforma de manutenção nas férias, mas nada aconteceu no local nesse período porque foram confirmados danos estruturais maiores na cobertura da cozinha, banheiros e salas de aula.

Também se verificou por meio de um laudo técnico a necessidade de instalação de escora metálica, além de interdição do espaço. Isso provocou atraso no início do ano letivo de mais de 600 alunos do Ensino Fundamental. Então, em fevereiro deste ano, a deputada Márcia Lia cobrou do Governo do Estado explicações sobre as reais condições da escola e providências para o caso. Em resposta, a Secretaria de Educação reconheceu a gravidade dos danos, fez o remanejamento das salas para a quadra, providenciou uma reestruturação para uso dos banheiros e a elaboração de um projeto maior para a recuperação do prédio de fato.

Segundo esta proposta, seriam necessários 2 meses para elaboração do projeto e abertura de licitação para a contratação de empresa e depois mais 6 meses para execução da obra. “Representantes da Secretaria de Educação confirmaram essa reforma, que deve começar até o final do ano com investimentos de R$ 1,4 milhão, muito além daqueles R$ 250 mil que seriam inicialmente utilizados para maquiar o problema. Valeu a insistência. Havia 600 vidas em jogo”, finaliza Márcia Lia.

Por: Assessoria de Comunicação da deputada estadual Márcia Lia

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *