Em ação ilegal, PM ameaça motorista que dirigia carro de som de manifestantes

31/03/2010 15:24:00

Desrespeito

 

Em uma conduta claramente intimidatória e ilegal, a Polícia Militar obrigou o motorista do caminhão de som que seria utilizado na manifestação do funcionalismo público estadual a retirar o veículo das imediações do Masp. A ação policial inconstitucional foi acompanhada por várias testemunhas, na manhã desta quarta-feira (31/03).

Alegando cumprir ordem do Comando da Polícia Militar, o Coronel Emílio e o Tenente Esteves ameaçaram o motorista do veículo com 16 autuações de trânsito. O caminhão estava estacionado de forma regular, com cartão de estacionamento. Mesmo assim, os policiais apreenderam os documentos do veículo, do motorista e até do pai do motorista que o acompanhava e avisaram: “Se colaborassem com a PM, eles seriam escoltados de volta à garagem do caminhão. Caso contrário, o veículo seria apreendido imediatamente após a manifestação, já que não haveria meio de guinchá-lo antes da realização do Ato Público, convocado para as 12 horas.”.

“Quando eu argumentei sobre a ilegalidade da ação, os oficiais disseram apenas que estavam cumprindo ordens do Comando da PM”, denuncia o advogado César Pimentel, que trabalha para a APEOESP.

As manifestações foram mantidas e, neste momento, os professores ocupam todo o vão livre do Masp e uma faixa da Avenida Paulista. A greve da categoria começou no dia 08 de março.

 

 

 

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.