Em SP cerca de 2 mil pessoas defendem a Reforma Política

14/08/2014

Reforma Política

Em SP cerca de 2 mil pessoas defendem a Reforma Política

Mais de duas mil pessoas participaram nesta semana, na capital paulista, das manifestações da Mobilização Nacional em defesa de uma Constituinte Popular para Reforma do Sistema Político.
A atividade contou com a organização e mobilização de movimentos populares, sociais, sindicatos e centrais sindicais.

Segundo os organizadores, no Estado de São Paulo mais de 80 cidades realizaram Atos em prol do Plebiscito Popular por Constituinte Exclusiva e Soberana para Reformar o Sistema Político.
Em São Paulo os participantes se concentraram em frente ao Teatro Municipal e munidos de faixas e cartazes e entoando palavras de ordem, caminharam rumo a Câmara Municipal onde realizaram um Ato em defesa do Plebiscito previsto para acontecer entre os dias 1 e 7 de setembro (Semana da Pátria).

Os pontos mais ressaltados pelos participantes durante o Ato foi o fim do financiamento privado das eleições e a ampliação da democracia direta, ou seja, mais poder ao povo e participação direta dos movimentos sociais, nas questões políticas do país.

Dentre os participantes das manifestações estava diretor Executivo da CUT, Júlio Turra, que apontou a força econômica no atual sistema político, ”via de regra, quem garante a eleição é o poder econômico, as grandes empresas que financiam as campanhas e fazem com que o político tenha esteja preso com quem investiu”, ressaltou Turra.

Em relação à ausência do debate sobre o tema nos grandes meios de comunicação, a secretária de Imprensa da CUT São Paulo, Adriana Magalhães, lembrou que a tática da velha mídia é despolitizar a sociedade, especialmente em período eleitoral. “Acreditamos que uma reforma do sistema político não atende aos interesses dos grandes meios de comunicação e isso explica porque não vemos notícias adequadas sobre este tema e outros como greves, luta pela moradia ou por reforma agrária”, disse a dirigente.

A Central de Movimentos Populares que também marcou presença no Ato e destacou a importância da Campanha pelo Plebiscito. O coordenador geral da entidade, Raimundo Bonfim manifestou confiança na mobilização e envolvimento da população, nas discussões da reforma Política. “ Nós acreditamos que na semana de 01 a 07 de Setembro, milhões de brasileiros devem apoiar a convocação da Constituinte Exclusiva, que será um importante instrumento para aperfeiçoar a democracia no nosso país”, defendeu Bonfim. (rm)

Leia mais

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.