Entenda a projeção realizada pela Bancada Petista sobre os cortes de Alckmin em diversas áreas sociais

21/12/2016

Crédito:

Veja a projeção realizada pela Bancada Petista sobre os cortes de Alckmin em diversas áreas sociais

Alckmin, tucano da alta plumagem, quer dar continuidade ao modus operandi de desrespeito com o população paulista.

Se implantada a PEC da maldade, SP vai perder cerca de 35% dos 50 bilhões em investimentos, como por exemplo em obras viárias, construção de equipamentos de saúde e educação já consolidados. Se somadas todas as áreas, isso representa em número real, uma perda de R$ 569 bi. As despesas cresceram 188%, a inflação é de 77%, e são com esses números que Alckmin quer justiçar os cortes. Se aplicado somente o percentual inflacionário – de 77% – o corte seria de 569 bi em 10 anos. A maneira destruidora de Alckmin ao lidar com políticas públicas e sociais em SP, chega a ser desumana.

São inúmeras as áreas que receberão cortes: obras de ampliação do Metrô e na CPTM – que já estão atrasadas – obras na Rodovia dos Tamoios. Na saúde, podem faltar medicamentos, na educação, por exemplo, a Unicamp terá corte de 89%, a Faculdade de Marília, 90%.

Portanto, a pergunta é qual é o resultado de um Governo que tira investimentos da Cultura, Esportes, Educação, Saúde e investe em cadeias e grandes empresários pode ter?

A luta dos Petistas é pelo cuidado com o povo e pela implementação do Orçamento Participativo e Impositivo. Caso o Orçamento de Alckmin não seja aprovado, tal vitória Petista vai representar uma derrocada política para a blindagem de Alckmin em SP.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.