Estado faz puxadinhos em vez de reformas nas escolas

07/08/2013

Descaso

Levar à Fundação para o Desenvolvimento da Educação (FDE) a situação em que se encontra a educação no Estado, solicitar reforma de escola estadual, para que os adolescentes e jovens tenham boas condições de aprendizado, maximizando a qualidade do ensino.

Esse foi o tema da reunião com cerca de 30 professores da rede estadual de ensino, realizada na quarta-feira (31/7), por meio do professor mediador, Manoel Silva, com a deputada Ana Perugini, na escola estadual Solange Maura Albino, em Sumaré.

Os professores levantaram inúmeras questões a respeito das instalações da escola. Os problemas vão desde goteiras nas salas de aula, que prejudicam a saúde dos alunos em dias de chuva, falta de tintura nas paredes, carteiras quebradas, as dificuldades passam ainda pela falta de computadores e acesso à internet, além de a escola oferecer apenas um banheiro feminino e um masculino para atender mais de mil alunos, que se dividem em três turnos.

“A escola foi construída há mais de 40 anos e estamos pleiteando uma reforma que nunca aconteceu, até hoje só fizeram “puxadinhos”, assim como fazem em todo o Estado”, aponta Cátia Elenice da Silva, coordenadora do Ensino Fundamental.

A deputada argumentou que o assunto é importante, mas ressaltou que é necessário a elaboração de projetos de educação para apresentação ao governo do Estado. “Desde 1995 a educação tem apresentado um declínio muito forte, precisamos fazer o enfrentamento ao governador de São Paulo para que sejam criadas políticas públicas voltadas às crianças e aos adolescentes, é preciso que os jovens tenham educação de qualidade e boas condições de aprendizado, ao menos na própria escola”, afirma Ana Perugini.

fonte: Ass. Imprensa – dep. Ana Perugini

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *