Estado investe menos de 0,1% de seu orçamento no Esporte

13/11/2013

Descaso tucano

A Comissão de Assuntos Esportivos da Assembleia Legislativa realizou nesta quarta-feira (13/11) audiência pública para discutir o orçamento do Estado para o Esporte.

A previsão para 2014 é de que o orçamento do Estado seja de R$ 200 bilhões. Para a secretaria de Esporte, Lazer e Juventude, a verba destinada para o próximo ano será de R$ 185 milhões, ou seja, 0,098% do orçamento geral.

O deputado Edinho Silva apontou o valor de cada ação da secretaria. “Para obras, por exemplo, o governo vai destinar R$ 10 milhões. Não é possível fazer nem uma quadra poliesportiva com esse valor”, afirmou Edinho.

Para o deputado, que já foi prefeito de Araraquara, o maior instrumento de inclusão social no município é o esporte. “esses números demonstram que o esporte não é prioridade para o governo do Estado. Precisamos reverter esse quadro dramático”.

Inclusive os deputados da base fizeram críticas com relação ao que chamaram de “orçamento ridículo” e “esporte em estado terminal”.

Diego Lima, lutador de MMA, disse que viaja para outros estados onde a situação do esporte é diferente. “Em São Paulo é muito difícil ver um atleta ter apoio. Em uma audiência pública desse porte eu esperava encontrar o secretário estadual de Esportes, que não veio. Isso demonstra a falta de interesse do governo pelo tema”, lamentou Diego.

Carlos Eduardo, de Carapicuíba, disse que o governo desrespeita quem mora na periferia. “as crianças da favela trabalham para o tráfico, porque o Estado não investe em esporte, cultura, educação”.

Leia mais

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.