Estado não entrega áreas de compensação ambiental do Rodoanel e MP investiga atraso

14/09/2011 16:11:00

Investigação

 

O Ministério Público Estadual de São Paulo investiga o atraso na entrega de parques e unidades de conservação como compensação ambiental do trecho sul do Rodoanel, por parte do governo do Estado. O prazo para a entrega terminou no final de 2010.

A promotora de Justiça do Meio Ambiente de São Paulo Claudia Cecília Fedeli pediu que a Desenvolvimento Rodoviário S.A. (Dersa) apresente a documentação relacionadas as setes áreas verdes que já deveriam ter sido entregues.

Para  o Ministério Público, somente a unidade de Embu das Artes foi realmente entregue. A promotoria notificou às prefeituras de São Paulo, São Bernardo, Embu das Artes e Itapecerica da Serra sobre a instauração do inquérito e pediu que as administrações enviem informações sobre a situação da implantação das áreas verdes.

Segundo a Dersa, a compensação pela supressão de 212 hectares de vegetação foi feita a partir da recuperação ambiental de 1.016 hectares, com a plantação de espécies nativas. E para a estatal, os parques em Embu das Artes e as unidades de conservação de Jaceguava, Varginha e Bororé, na Capital, já estão concluídas. A Unidade de Itapecerica da Serra tem infraestrutura pronta, enquanto a de Riacho Grande, em São Bernardo do Campo, ainda está em fase de desapropriação. A unidade de conservação do Itaim esbarra em processo judicial para remoção dos moradores.

*com informações da Rede Brasil Atual

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.