Falta de reajuste dos médicos residentes no Estado será discutido pela Comissão de Saúde

25/11/2016

Médicos Residentes

Crédito: Marina Moura

Audiência pública em 29/11 vai discutir descumprimento de reajuste de bolsa para residentes

Deputado Carlos Neder solicita audiência para discutir reajuste na bolsa de residentes,uma promessa não cumprida pelo governo paulista. Ato será realizado na próxima terça (29).

Por solicitação do deputado Carlos Neder (PT), a Comissão de Saúde da Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo (Alesp) realiza na próxima terça-feira (29) uma audiência para tratar do não cumprimento do reajuste da bolsa-auxílio dos médicos residentes pelo governo Geraldo Alckmin. A reunião ocorre no Auditório Franco Montoro, a partir das 14h30.

O reajuste de 11,91% na bolsa de Residência Médica deveria incidir a partir de abril de 2016, mas a Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo (SES) não aplicou a correção alegando falta de recursos. De acordo com Rafael Conceição dos Santos, médico residente de psiquiatria da Universidade de São Paulo (USP), e representante da comitiva de médicos residentes que participou da reunião da Comissão de Saúde na terça-feira (22), o percentual do reajuste foi definido ainda em 2015, após mobilização nacional dos médicos residentes e acordo realizado com o Conselho Nacional de Secretários Estaduais de Saúde (CONASS), órgão em que a SES tem representação. Nacionalmente o valor bruto do auxílio reajustado é de R$ 3.330,43.

O deputado Carlos Neder alertou para a emergência da discussão do tema na Assembleia para que haja tempo de incluir a previsão de recursos no projeto do orçamento estadual para 2017, que deve ser votado em dezembro pela Alesp. Neder ainda tomou providências para que sejam convidados a participar do evento os secretários de Estado da Saúde e da Casa Civil.

Formação à distância exclusiva é contestada

Antes disso, na mesma terça-feira (29), a Comissão de Saúde realiza audiência pública discutir se convém a formação de profissionais da saúde na modalidade de ensino à distância (EAD), evento proposto pelo deputado Neder. Os conselhos profissionais que representam as diferentes áreas da saúde contestam a formação exclusiva desses trabalhadores por EAD devido às características do trabalho. A reunião ocorre a partir das 9h no Auditório Teotônio Vilela, na Alesp.

Assessoria de Imprensa Dep. Carlos Neder

Leia mais

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.